COMO FAZER MARKETING DE CONTEÚDO?

Esta pergunta é feita constantemente para a nossa equipe. Após detalharmos as técnicas e possibilidade de ganchos de conteúdo, a grande dúvida dos gestores que atendemos, bem como das equipes de comunicação, está relacionada a dificuldade de criar uma linha de produção de conteúdo relevante. A resposta é bastante ampla, mas este texto vai te ensinar a focar nas principais áreas de interesse do potencial consumidor da sua mensagem para construir uma estratégia de marketing de conteúdo de sucesso.

VÍDEO CNA | Campanha Speaking Exchange – FCB Brasil + CNA | 2014

A campanha Speaking Exchange é um turbilhão de emoção, concorda? Não só o mercado nacional se contagiou com ela, mas o mundo inteiro: ela teve mais de 30 premiações nacionais e internacionais, e foi uma das mais premiadas no Festival de Cannes Lions 2014 – principal festival de publicidade e criatividade do mundo.

Mas vamos ao que interessa. Como um case desses pode ser inspiração para o seu negócio. E saiba que o seu negócio pode ser bem pequenininho, que ainda assim ele pode – e vai! – se beneficiar com esta estrutura de marketing de conteúdo produzindo conteúdo relevante.

Vamos lá:

Foque no problema

É sabido que todo o negócio nasce para solucionar um problema para um número X de pessoas. Estudar o mercado de atuação, buscar indicadores sociais e econômicos, estudar público alvo, focar no desenvolvimento de persona(s) e analisar a concorrência. Tudo isso colabora muito para a identificação real de qual é o problema que a sua empresa resolve, e é isso que tem que ser amplamente explorado em cada iniciativa de comunicação. Para isso ocorrer de forma natural, o Planejamento de Marketing é indispensável. Confira:

Conheça o seu negócio! Parece meio óbvio que todo empresário conhece seu negócio, certo? Errado. Tente fazer com que uma pessoa desconhecida entenda a sua solução (e isso serve para produto e serviço) em apenas uma frase. Ou em uma subida/descida de elevador. Se ela entender, o seu problema está claro. Mas se ela não entender, se esforce para trazer essa lucidez ágil para ela e todas as outras.

A campanha do CNA é um exemplo muito bom de marketing de conteúdo, pois possível identificar esta necessidade em inúmeros momentos do vídeo: o cuidado com a pronúncia, as oportunidades do uso da língua estrangeira em viagens e planos futuros e até mesmo na importância do diálogo entre as gerações.

Seja objetivo

A solução de um problema é encantadora, mas muitas vezes este encantamento é muito maior na cabeça do dono da ideia do que do ouvinte. Então não se exalte na hora de vender a sua solução, seja objetivo ao expor o que está errado e como você vai consertar.

Na campanha Speaking Exchange as possibilidades de sair do rumo são inúmeras, visto o alto grau emocional criado nela. Porém o foco sempre está na mensagem central do aprendizado da língua inglesa pelos adolescentes brasileiros.

Gatilho emocional

Bom, isso nem precisamos falar muito, né?! Esta campanha não ganhou dezenas de prêmios por acaso. A carga emocional que ela traz para o consumidor é incrível. O desafio de identificar qual gatilho emocional vai conectar o potencial consumidor do CNA com a marca foi feito de forma magistral.

O tomador de decisão neste caso, possivelmente é o pai, a mãe e/ou o responsável pelo adolescente. Sabidamente as famílias convivem com a velhice e a solidão que esta traz para o idoso, ou pelo menos conhecem alguém que está passando por isso. O gatilho serve como conexão direta deste sentimento “eu sei bem o que é isso!” por parte do tomador de decisão.

Você pode explorar técnicas de muito sucesso no universo do marketing de conteúdo que consideram a emoção um fator central. São os Gatilhos Emocionais. Confira a nossa série sobre este tema no nosso Instagram:

https://www.instagram.com/p/CAn5Zryg2C0/
Resumo

Saiba o que deve ser considerado para a produção de conteúdo relevante e a criação de uma mensagem poderosa e vendedora para o seu negócio:

  1. Foque no problema que o seu negócio resolve e em autoconhecimento
  2. Tenha objetividade e clareza na comunicação da sua mensagem
  3. Se esforce para criar um laço emocional com quem decide a compra

Seja qual for a sua escolha para desenvolver conteúdo para o seu negócio, é importante que tudo seja muito bem planejado e com total domínio dos mecanismos utilizados para alcançar seu objetivo. Para definir a melhor estratégia, é fundamental designar um profissional da empresa ou mesmo uma agência terceirizada. Pense nisso!


Gostou do nosso conteúdo? Se você acha que isso tudo faz sentido para o seu negócio e quer saber um pouco mais sobre como colocar em prática, estamos aqui! Feedbacks são ótimos e a gente adoraria colaborar ainda mais com você. Escreva para o Fernando Potrick, nosso head de conteúdo: potrick@gama.etc.br

REDES SOCIAIS: O CANAL INDISPENSÁVEL

Não tem mais volta: a internet já está definitivamente enraizada na sociedade atual. Não há mais como imaginar um mundo onde você não pode ir ao google pesquisar sobre uma dúvida, conversar com quem você quiser ao redor do mundo ou mesmo fazer uma simples compra sem sair de casa. As mídias e redes sociais, dentro deste contexto, surgiram para aproximar pessoas, reatar amizades, descobrir novos relacionamentos… e também para revolucionar o mundo dos negócios. Sim, isso mesmo! No post de hoje vamos falar sobre este recurso importante dentro do seu planejamento de marketing digital.

” Atualmente, para se conectar com pessoas, você precisa parar de tentar empurrar seu produto ou serviço e começar a mostrar a transformação que seu produto ou serviço gera.”
Mychel Keppler

Hoje em dia, somos mais de 2.375.000.000 usuários ativos nas redes sociais. Somos? Sim, se você chegou até esse texto, é porque certamente você ou sua empresa tem um perfil em alguma rede social. Com algumas ressalvas, o universo digital é um reflexo da nossa sociedade, então as empresas necessariamente se condicionam a fazer parte deste universo, potencializando suas vendas ou aumentando seu reconhecimento como marca.

As redes sociais são um potente canal de venda e parte fundamental do marketing digital. Como fazer isso? Vamos lá!

Rede Social ou Mídia Social?

Começando pelo começo (!?) você precisa entender o que é uma rede social. O conceito não é novo, vem de muitos anos atrás, quando as interações entre indivíduos, grupos e organizações compunham diferentes redes sociais. Na internet, redes sociais são sites e aplicativos que oferecem o compartilhamento de informações entre pessoas e empresas.

O objetivo das redes sociais é essencialmente conectar pessoas. Já a mídia social é mais abrangente, pois contempla vídeos, blogs e as já mencionadas redes sociais. Ou seja, mídias sociais são os ambientes que permitem interação entre indivíduos. Rede social é um meio para que isso aconteça.

Qual rede social se adéqua ao seu negócio?

Existem diversos tipos de redes sociais, que se dividem em segmentos como relacionamento, entretenimento, profissional e nicho. Cada um tem sua particularidade. Claro que depende de cada negócio, mas de maneira geral, o mais indicado é que sua empresa explore mais a rede social onde está a maior parte do seu público alvo.

As principais redes sociais são:

Facebook | O Facebook é a maior rede social do mundo. Nenhuma outra na história da internet conseguiu juntar tudo que seu usuário precisa, de forma tão fácil de se compreender. Ela oferece textos, fotos, vídeos, grupos de discussão, perfis, páginas, anúncios diversos, catálogos, e muito mais. Além de tudo isso, ainda gerencia outras redes sociais, como o Instagram, por exemplo.

Instagram | A rede social que mais cresce no mundo começou como uma rede de relacionamento focada em compartilhamento de fotos. Como o foco segue sendo o conteúdo visual, ele é uma ferramenta muito potente a ser explorada por empresas e indivíduos. Mais ainda se considerarmos todas as funcionalidades que vem sendo implementadas para qualificar os anúncios.

LinkedIn | Rede social focada essencialmente na parte profissional, o LinkedIn é parte fundamental para empresas e profissionais. Vem se tornando cada vez mais utilizada, e por isso não para de se atualizar para melhor atender seus usuários. Além de ser o ambiente ideal para conexões profissionais, ainda é utilizado como plataforma de recrutamento, portfólio de negócios e vitrine para o seu currículo, sem contar nas novas funcionalidades de anúncios pagos.

Youtube | Dispensa apresentações, né? A maior plataforma de compartilhamento de vídeos está cada vez mais completa, oferecendo novas ferramentas e garantindo que o usuário transmita conteúdos mais qualificados. Seus conteúdos audiovisuais, diferenciados e prontos para monetização são estratégias importantes dentro do planejamento de marketing digital das empresas. Não à toa, é hoje o meio que originou uma nova profissão: youtuber!

Como aplicar o marketing digital nas redes sociais

Pontos diferenciais

Visibilidade | Como já falamos, praticamente todo mundo está em alguma rede social, portanto o seu cliente ou público alvo certamente está lá também. Para que sua marca seja reconhecida, ela precisa ser vista. Se a sua empresa quer investir em marketing digital, precisa fazer com que os usuários reconheçam uma marca.

Engajamento | Além de fazer com que sua empresa seja vista, é imprescindível que o conteúdo que sua empresa compartilha seja relevante. Clientes engajados são a melhor forma de garantir vendas recorrentes.

Tráfego | Redes sociais são canais importantes para se chegar ao seu público alvo. E é a partir delas, com conteúdos interessantes e vantagens exclusivas que você vai conseguir fazer com que seguidores se tornem clientes: levando-os para o seu site. (Para saber mais sobre como funciona o tráfego no seu negócio digital, confira o nosso post AQUI)

Estratégias básicas

Existem diversas maneiras de se explorar as redes sociais, as mídias sociais, e de se produzir conteúdos que sejam importantes estratégias de Marketing Digital. Segundo o especialista Neil Patel, no entanto, existem três maneiras básicas de se fazer marketing digital nas redes sociais:

Gestão de comunidade | Você deve se dedicar a engajar o cliente com o seu negócio. Para isso, é imprescindível que você também esteja engajado. Explore suas redes sociais como se estivesse recebendo este cliente na sua empresa: ajudando a resolver problemas, explorando o pós-venda, interagindo de forma verdadeira com o seguidor.

Criação de Conteúdo | Este é um ponto fundamental. Não use a rede social somente como um canal de venda. Entenda que o propósito dela é justamente a interação entre indivíduos, e que seu cliente está ávido pelo que for interessante. Conteúdos de qualidade, relevantes e que resolvam dores dos seus potenciais consumidores são ferramentas fundamentais para que seu planejamento de marketing tenha sucesso. Para saber mais sobre Marketing de Conteúdo, confira o nosso post AQUI.

Crescimento | Amplie seu negócio no universo digital com ferramentas de crescimento de segmento. O aumento orgânico (esqueça aqueles seguidores que você pagou para ter e nem sabe se existem) da sua base de seguidores/curtidas significa maior possibilidade de alcançar seu cliente. Parcerias com empresas de outro segmento, promoções e concursos culturais são exemplos de ações que podem ser adotadas para fazer seu negócio crescer.


Agora que você já sabe boa parte dos conceitos que permeiam o marketing nas redes sociais, fica mais simples entender como agir e planejar seus próximos passos, né?

Se você acha que isso tudo faz sentido para o seu negócio e quer saber um pouco mais sobre como colocar em prática, estamos por aqui, viu! É bem fácil: chama a Gama e bóra tomar um café para saber como a gente pode te ajudar 😉

TRÁFEGO ONLINE: O SANGUE NAS VEIAS DO SEU NEGÓCIO

Costumamos dizer que o tráfego online é o sangue nas veias da atuação digital. Sem ele, seu negócio morre. Ok, olhando assim parece meio exagerado ou até dramático. E é! Já pensou numa loja física sem clientes comprando? Ou num restaurante sem um gato pingado pra consumir? Então, você precisa que as pessoas conheçam e – principalmente – se interessem pelo seu negócio.

“Uma estratégia baseada na verdade, é sempre poderosa.”

Flávio Augusto – Geração de Valor
Tráfego

Agora vamos transportar isso tudo pro digital. Não adianta somente criar websites e páginas em redes sociais se as pessoas não os conhecerem. Por isso o tráfego online é tão importante. Mas como fazer com que seus seguidores ou mesmo outras pessoas que estão navegando pela internet cheguem até o seu negócio? Vamos explicar um pouco mais sobre os principais meios para se obter esse tráfego online.

Tráfego Orgânico (buscadores):

Essa é a mais natural forma de se obter tráfego online: indiretamente. Ou seja, as pessoas que chegam até o seu negócio, através de buscas ou até mesmo conteúdos relevantes publicados por outros sites e redes sociais. “Ah então se é indireto eu nem preciso me preocupar, só esperar a galera chegar?!” Claro que não, para que isso aconteça seu site tem que estar plenamente estruturado, totalmente otimizado para motores de buscas (Google né, a gente sabe que se alguém quiser utilizar outro, não vai nos interessar) e com conteúdos interessantes.

Para chegar a este nível, demora um certo tempo e é fundamental aplicar técnicas de SEO (Search Engine Optimization) desde a criação do site. Só assim seu negócio vai aparecer entre os primeiros quando as pessoas buscarem assuntos ligados a ele. Para saber mais sobre SEO, confira nosso post no Instagram:

https://www.instagram.com/p/CAp8U1qCdeS

Tráfego Social (orgânico):

Nada mais é que a ação de levar seu seguidor/curtidor até o seu site através de um post com link. Quando citamos que ele é orgânico, é porque não se tem gastos diretos com estas ferramentas. No entanto, para se publicar conteúdos atrativos e gerenciar bem suas redes sociais, você terá que investir tempo, dinheiro e/ou contratar bons profissionais para executarem estas ações.

Para isso, destaca-se as ações relacionadas a Marketing de Conteúdo. Falamos bastante sobre isso em outro post, que certamente será relevante para você. Confira!

Tráfego Pago

Agora chegamos à cereja do bolo. O investimento em tráfego online pago é essencial ao seu negócio. Trata-se da publicidade online feita por meio de campanhas com links patrocinados, que são anúncios criados e disponibilizados em plataformas digitais como o Google Ads (Confira nosso passo a passo AQUI), Facebook Ads (que também gerencia o Instagram), Youtube, LinkedIn, entre outros.

Estes formatos de anúncios são diversos e oferecem inúmeras opções de investimento. Partindo de míseros R$ 10 você consegue iniciar campanhas de reconhecimento de público e geração de tráfego que podem o conduzir ao seu principal objetivo: conversão em vendas. Se você já conhece o seu público, tem uma lista de clientes ou até já sabe para quem vende seus produtos, pode até mesmo iniciar direcionando seus anúncios para perfis semelhantes aos seus clientes existentes.

O que escolher? Todas!

Já perceberam que cada tipo de tráfego se propõe a um fim, né? Então, se você entende que o seu negócio pode ser levado para o digital, ou já tem site e redes sociais mas precisa dar um up nas vendas, esse assunto deve estar presente em TODAS as suas reuniões.

Seja qual for a sua escolha para gerar tráfego para o seu negócio, é importante que tudo seja muito bem planejado e com total domínio dos mecanismos utilizados para alcançar seu objetivo. Para definir a melhor estratégia, é fundamental designar um profissional da empresa ou mesmo uma agência terceirizada.

Pense nisso! Pensou? Então chama a gente no whats e bóra desenvolver isso tudo juntos!