VOCÊ SABE O QUE É MARKETING DE VERDADE?

O marketing é uma área de gestão que conecta problema e solução através de comunicação estratégica. Aqui no Brasil, há um desafio cultural para implementar o Marketing de Verdade nas empresas, e agora você vai saber como investir de forma certeira, mensurando o retorno de cada centavo!

Uma breve história da comunicação

A história da comunicação é tão antiga quanto a própria história da humanidade. Os povos precisavam se comunicar de alguma forma para alcançar seus objetivos básicos de alimentação e sobrevivência, e o homem das cavernas tinha um cérebro rudimentar, que fazia com que gestos, posturas e grunhidos compusessem sua forma de diálogo com os demais.

Com o natural processo evolutivo, este homem começou a inserir objetos e criar utensílios para facilitar e acelerar seu processo de caça para garantir a sua sobrevivência. E o formato simples de linguagem a partir de movimentos e barulhos auxiliou muito na propagação destas técnicas.

Com o tempo, a comunicação foi sendo incrementada, tal qual a caça e as relações. É aí que chegamos num momento marcante do marketing! Sim, é isso mesmo que você leu. Mais precisamente cerca de 8 mil anos a.C., quando se tem notícias de que as primeiras comunicações escritas ocorreram através de desenhos nas cavernas.

Considerada a língua humana escrita mais antiga do mundo juntamente com os hieróglifos egípcios, a escrita cuneiforme se caracterizou por ser produzida com o auxílio de objetos em formato de cunha, que é uma pequena ferramenta. Ela foi criada pelos sumérios por volta de 3.500 a.C, na antiga Mesopotâmia.

Por que esta introdução tão distante? Para você saber que se comunicar de forma estratégica é algo que até o homem das cavernas fazia! E que se desconsiderarmos uma organização na hora de definirmos o que vamos falar, para quem e como, com certeza vamos perder excelentes oportunidades de negócios.

Escrita cuneiforme. Fonte: Estudo Prático

Marketing Digital

Quando pensamos em uma atuação completa de Marketing atualmente, precisamos considerar uma linha principal: O Marketing Digital! A ampla oferta de técnicas e a gigantesca audiência que estes canais nos oferecem oportunizam ganhos importantes, tais como definição precisa de público alvo, oferta de conteúdo relevante para este público e inúmeras ferramentas (muitas gratuitas) para gestão completa das ações.

As redes sociais são o melhor exemplo, algo que revolucionou o mundo do marketing. Hoje elas se constituem como um recurso importante dentro do seu planejamento de marketing digital. Você pode conferir um conteúdo exclusivo sobre este tema aqui.

Mas vamos lá, o que é isso Marketing Digital, de fato? É o conjunto de atividades que uma marca executa online com o objetivo de atrair novos negócios, criar relacionamentos e desenvolver uma identidade de marca.

Os 5 passos do Marketing Digital

Uma boa estratégia de marketing digital deve ser bem estruturada e estudada. Para isso, respeitamos algumas etapas bem definidas para a implementação de uma campanha ou um ciclo de campanhas. Preste muito atenção, pois este looping poderá ser eterno!

1 – Planejamento

Para uma marca se comunicar de forma clara e alcançar seus objetivos, é essencial que ela saiba se posicionar no mercado. Seus objetivos de negócio devem nortear todos os esforços na área de marketing. Alguns exemplos: aumento na participação de mercado em determinada região, diminuição de custos fixos relacionados a algum serviço ou aumento de vendas de determinado produto.

2 – Tráfego

Quando falamos em tráfego, a primeira coisa que pensamos é no movimento. Sair de um lugar e chegar em outro. Pois seu papel na comunicação estratégica é exatamente este, conectar o seu público à sua marca através de conteúdos elaborados a partir de um bom planejamento. Podemos categorizar como tráfego pago e tráfego orgânico de acordo com a sua oferta, que logo será melhor explicado neste mesmo texto.

3 – Conversão

A conversão é um momento crucial no marketing digital, pois aqui o consumidor sinaliza que quer dialogar com a marca. O público responde à sua intenção de movimento, fazendo aquilo que você propõe. Exemplo: se cadastra no seu site para receber um material exclusivo, responde a uma pesquisa de interesse que você divulgou nas redes sociais, compra um produto ou serviço que você oferece online, entre tantos outros. 

4 – Relacionamento

Finalmente o consumidor está dialogando com a marca. Ele fez a ação que foi proposta, teve retorno e continuou interagindo. Não necessariamente a venda ocorreu, mas com toda a certeza este consumidor está muito aberto a consumir o produto ou serviço que é ofertado. Caso ele tenha baixado um e-book, neste momento ele comentou na postagem da marca na rede social o que achou ou entrou em contato solicitando mais informações.

5 – Métrica

Esta é a cereja do bolo do marketing digital. A questão é que nem sempre vai ser saborosa… Pois é, a importância de mensurar todas as ações digitais é crucial para entender o que está funcionando e o que não está funcionando. Este ciclo vai se repetir eternamente, pois a partir dos resultados obtidos a estratégia será mantida ou mesmo ampliada (no caso de sucesso), mas poderá também ser alterada (quando não atingir as metas estabelecidas). Para isso, passo 1 de novo!

As principais estratégias de Marketing Digital

Adotar o marketing digital é indicado para qualquer marca, mas para você explorar o máximo das técnicas e dos canais, é necessário que conheça melhor algumas estratégias específicas. Dentre as principais, destacamos o Marketing de Conteúdo, SEO e Inbound Marketing.

Idealizado por Monteiro Lobato, o Almanaque do Biotonico é um case nacional

Marketing de Conteúdo

É a capacidade de desenvolver entregas qualificadas (diretas ou indiretas) para seus clientes, tornando seu processo de compra uma ação natural. Uma estratégia focada no desenvolvimento e distribuição de conteúdo relevante, sem promover explicitamente a marca.

Você pode observar o uso desta estratégia em várias situações. Imagine uma cafetaria que oferece um espaço muito legal, com internet de alta velocidade e ambientes para ficar sozinho ou em grupo. Ela oportuniza que você passe um tempo no ambiente explorando atributos que não são os seus produtos e serviços, mas invariavelmente você vai consumir um café, uma água ou um lanche.

Três ações que podem facilitar a sua estratégia:
1) Foque no problema que o seu negócio resolve e em autoconhecimento
2) Tenha objetividade e clareza na comunicação da sua mensagem
3) Se esforce para criar um laço emocional com quem decide a compra

Estas dicas foram tiradas de um artigo completo sobre o tema, que traz um ótimo exemplo prático. Você pode conferir este artigo aqui.

Resultados esperados:
– Aumento de visibilidade online
– Aumento de interação com a marca
– Criação de base de leads
– Redução do custo de aquisição de clientes
– Ganho de confiança do público
– Melhor experiência do usuário/consumidor

SEO

Significa otimização para mecanismos de busca (Search Engine Optimization) e é, de fato, um conjunto de ações estratégicas para potencializar e melhorar o posicionamento de um site em buscas no Google. Isto requer uma série de ações contínuas, visto que o principal site de buscas do mundo considera mais de 250 critérios que se atualizam constantemente (alguns diariamente) e vão desde o uso correto de palavras chave até códigos utilizados no site e nome dos arquivos visuais.

“Escreva algo que vale a pena ler ou faça algo que valha a pena ser escrito” Benjamin Franklin

Como norteador das estratégias para melhor ranquear o site no Google, consideramos dois principais aspectos: Autoridade e Popularidade. A autoridade é basicamente o quão importante o site é no contexto que ele se encontra. De forma simples, é como você aborda os conteúdos do seu site. Já a popularidade é uma métrica que aponta o quão relevante é uma página sobre um assunto específico. Na hora da classificação, os buscadores levam em consideração informações como quantos links a página recebeu de outras páginas, a qualidade desses links e a quantidade de menções em redes sociais ela teve.

Um reflexo importante dos parâmetros utilizados pelo Google está na condução da produção textual para artigos e até mesmo para roteiros de sites e comunicação via redes sociais. Se você quiser saber mais sobre o assunto, leia o artigo Estruturas de Texto que Funcionam.

Resultados esperados:
– Aumento de visibilidade orgânica no Google
– Aumento de acessos no seu canal digital
– Início de diálogo com o público
– Ampliação do alcance da sua marca
– Redução do custo de aquisição de clientes

Inbound Marketing

É o conjunto de estratégias que visa a atrair e converter clientes usando conteúdo relevante. Diferente do marketing tradicional, a empresa não vai atrás de clientes, mas se utiliza de materiais de alta qualidade e explora os melhores canais para ser encontrada.

Também conhecido como Funil de Vendas, o inbound tem como principais características oportunizar uma comunicação aberta, permitir que o produto ou serviço seja encontrado pelas pessoas de interesse do mesmo (personas), crie relacionamento duradouro entre clientes e marca e, é claro, tenha um maior engajamento que normalmente teria.

O termo “lead” ficou famoso no mercado como reflexo direto desta técnica. Nada mais do que um “contato quente”, o lead é um potencial consumidor da sua marca que chega até você a partir do uso destas técnicas que estamos explicando. Como principais etapas do funil, destacamos:

  • Atração: seu conteúdo de impacto chama atenção do potencial consumidor
  • Conversão: o consumidor acessa o material ofertado nos seus canais digitais
  • Relacionamento: agora ele inicia a troca informando seus dados de contato
  • Venda: oba! É isso que buscamos, e aqui ele paga pelo seu produto ou serviço
  • Análise: etapa fundamental para controle e melhoria das suas ofertas online
Resultados esperados:
– Aumento de visibilidade online
– Aumento de interação com a marca
– Criação de base de leads
– Criação de relação duradoura com o público
– Geração de negócios para a sua marca

Bom, acho que este conteúdo deixou mais clara a importância da preparação para a comunicação da sua marca, certo?! Quando falamos lá no início de que o Marketing é uma área de gestão e que temos desafios culturais para trabalhar nesta área, é por que muitas vezes as empresas acreditam que criando um novo site ou imprimindo novos folders ela estará “em dia” com o Marketing. Mas não se engane, você precisa se envolver com cada etapa da comunicação da sua marca, de forma mais ou menos direta. E lembre-se: ninguém saberá mais dela do que você!

Resumo
  • Se até o homem das cavernas tinha estratégia para se comunicar, você não pode se dar ao luxo de não ter;
  • Faça com que os 5 passos do Marketing Digital se tornem um looping eterno para a sua marca;
  • Marketing de Conteúdo, SEO e Inbound servem para todas as marcas, inclusive a sua;
  • Marketing é muito mais do que Design!

Gostou do nosso conteúdo? Se você acha que isso tudo faz sentido para o seu negócio e quer saber um pouco mais sobre como colocar em prática, estamos aqui! Feedbacks são ótimos e a gente adoraria colaborar ainda mais com você. Escreva para o Fernando Potrick, nosso head de conteúdo: potrick@gama.etc.br

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

© Todos os direitos reservados. Desenvolvido com criatividade