OS ERROS MAIS COMUNS DOS INICIANTES EM MARKETING DE CONTEÚDO

Se você está começando a migrar seu negócio para o digital, é muito comum não ter todo o conhecimento existente sobre estratégias, técnicas e tendências do marketing digital. Dessa maneira, cometer os erros mais comuns dos iniciantes em marketing de conteúdo é algo totalmente normal.

Acesse nosso conteúdo e entenda o que é marketing de conteúdo!

Tendo em vista a dificuldade dos novos empreendedores no que diz respeito à utilização do marketing de conteúdo para suas empresas, separamos alguns erros que, embora comuns, precisam ser corrigidos para que sua empresa atinja os resultados esperados.

Confira abaixo os 6 erros mais comuns dos iniciantes em marketing de conteúdo:

1° erro mais comum dos iniciantes em marketing de conteúdo: Não definir suas Personas

O marketing de conteúdo, é, sobretudo, uma forma de gerar conteúdo de valor para um determinado público. Contudo, como você poderá saber se o conteúdo que produz é relevante sem conhecer o público ideal de sua empresa?  

É importante fazer um estudo de como se comporta e quais são os interesses do seu público-alvo, e dessa forma, montar uma persona – a representação semi-fictícia do seu cliente ideal.

Para criar a persona defina os seguintes tópicos:

  • Qual a sua profissão?
  • Qual a sua idade?
  • Que tipo de conteúdo consome na internet?
  • Quais são suas dores?
  • Quais as maiores dúvidas em relação ao seu produto ou serviço?
  • Como sua empresa pode ajudar essa persona?

Com base nessas características, crie sua persona. Ela é quem determinará as estratégias de marketing de conteúdo usadas por sua empresa.

Ter uma (ou mais) personas para sua empresa é essencial para definir como o seu estilo de conteúdo será estruturado, afinal, se o seu objetivo é prender a atenção do público-alvo, você deve se comunicar como ele.

2. Não ter um cronograma de conteúdos

Manter uma estratégia de marketing de conteúdo efetiva exige planejamento prévio.

As pautas para blog e redes sociais precisam estar de acordo com cada fase do funil de vendas e além disso, desenvolver os conteúdos com qualidade levam um certo tempo.

Sendo assim, não ter um calendário mensal com todos os conteúdos produzidos para cada canal de comunicação é um erro gravíssimo, pois é a partir dele que você irá definir um tema específico para cada momento da jornada de compra do cliente.

Portanto, todo mês crie um calendário com o tema do conteúdo, fase do funil, palavra-chave, data e onde será postado. Assim, sua equipe terá como planejar tempo para produção e o conteúdo ficará melhor segmentado.

3. Não Monitorar Palavras Chave

Tanto para o marketing de conteúdo quanto para o tráfego pago, as palavras-chave são essenciais para alcançar o seu público-alvo. Através delas seus conteúdos os mecanismos de busca encontrarão seus conteúdos.

Se sua empresa não faz uma pesquisa de palavras-chave, esse pode ser o motivo pelo qual as estratégias não estão surtindo efeito.

Boas ferramentas de pesquisa de palavras-chave são: Google Trends, SemRush e Ubersuggest.

Outra estratégia é sempre monitorar as principais palavras-chave que seus concorrentes utilizam. No caso das redes sociais, sempre observe as hashtags mais recorrentes nos posts.

4. Não postar frequentemente

Uma das maiores armas para ter sucesso com conteúdo na internet é a consistência. Em qualquer rede, YouTube, Instagram ou Facebook, a consistência faz os algoritmos alavancarem o seu conteúdo e trazer relevância. Sendo assim, no seu site ou blog não poderia ser diferente – marketing de conteúdo exige frequência de postagens.

Portanto, mantenha a consistência em dia, pois dessa forma sua empresa terá mais chances de ser vista e atrair um futuro cliente.

O recomendável é produzir, no mínimo, duas postagens semanais de pelo menos 600 caracteres.

5. Produzir conteúdos pouco relevantes

Aqui entra um ponto muito importante: a autenticidade. Ser autêntico nos seus conteúdos é criar algo unicamente da sua empresa, é criar conteúdo que as pessoas vejam originalidade.

Ou seja: Não adianta criar só por criar. Se você encarar esse papel só como obrigação, quem perde é a sua empresa.

Então, se você está realmente disposto e acredita no diferencial do seu negócio, mostre isso para o seu futuro cliente. Seu conteúdo precisa ser autêntico e, principalmente, precisa solucionar dúvidas, ser informativo e eficaz.

6. Não Investir em novos formatos e canais

Este erro é muito comum, já que é natural permanecermos na nossa zona de conforto. Mas, você não deve se prender apenas aos tradicionais artigos de blogs ou e-books.

Temos diversas outras plataformas de conteúdo disponíveis, como o YouTube, TikTok, Instagram, Twitter. Cada um deles tem sua própria linguagem e cabe a você identificar qual se encaixa mais na sua proposta. O TikTok, por exemplo, já tomou espaço com seus vídeos curtos e bem humorados.

E não para por aí: há também os podcasts, que se tornaram tendência atualmente. Muitas pessoas consomem esse formato de conteúdo e pode ter certeza que gente para te ouvir não falta.

Bônus: erro mais comum dos iniciantes em marketing de conteúdo

Não caprichar nos conteúdos porque “dá muito trabalho”! Sim, criar conteúdo dá trabalho. Mas enquanto você não ousar e continuar produzindo materiais sem profundidade, a concorrência irá ultrapassar seu negócio. Por isso, é muito importante dedicar um certo tempo para produzir e planejar conteúdos originais que ficarão na mente do possível cliente. Existem profissionais e agências especializadas em produção de conteúdo, planejamento e criação de calendários editoriais, como a Gama.

Fazendo parceria com uma agência, você terá mais tempo para focar na prospecção e não sofrerá mais o risco de cometer os erros mais comuns dos iniciantes em marketing de conteúdo!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

© Todos os direitos reservados. Desenvolvido com criatividade